Estas bolas de Berlim vão ter a sua casa ou ao trabalho

Tenham elas recheio de creme de ovo, praliné de chocolate belga, chocolate belga ou nenhum, podem encomendar-se no site até às 19h00, que a entrega é garantida no dia seguinte. Em Lisboa e não só.

Paulo Tomé não hesitou muito na hora de se despedir do emprego que tinha na área comercial para «abraçar este projeto sozinho» e «mudar completamente de vida». É assim que conta a história por trás da criação da Bollíssima de Berlim, a mais recente empresa de entrega de bolas de Berlim ao domicílio em Lisboa.

As bolas de Berlim – que podem ser simples ou ter recheio de creme de ovo, praliné de chocolate belga e chocolate belga – são feitas por uma pessoa com mais de 30 anos de experiência em pastelaria. Custam 1,20 euros (normal) ou 0,95 euros (petit Bollíssima) e chegam numa caixa negra, envoltas em papel de seda e com uma saqueta para comer na hora sem sujar as mãos. Quem encomendar uma caixa presente pode selecionar seis unidades de sabores diferentes e personalizar com um cartão de mensagem.

A ideia é que «o consumidor tenha uma experiência perfeita desde que encomenda a bola de Berlim até que a recebe e come», diz o empresário de 33 anos. A encomenda é feita no site da marca até às 19h00 do dia anterior e o produto é entregue na morada indicada, entre as 09h00 e as 12h00 e as 14h00 e as 18h00 aos dias de semana e entre as 09h00 e as 12h00 ao sábado.

Paulo Tomé faz entregas em Lisboa, Amadora, Odivelas e Oeiras, mas não descarta a possibilidade de entregar noutros pontos e dias da semana consoante a distância e as quantidades encomendadas (mínimo de dez unidades para a versão normal e vinte para a mais pequena). No verão, quer chegar aos areais da Grande Lisboa, onde constatou que a ideia de vender bolas de Berlim tinha pernas para andar.

O empresário também já está a testar os novos recheios de maçã e canela e caramelo, junto dos clientes. O objetivo é vendê-los em breve também numa carrinha de street-food estacionada em eventos, festivais e na zona das Avenidas Novas, em Lisboa. É caso para dizer que a cidade nunca foi tão doce.

 

Leia também:

A loucura das bolas de Berlim chega a Cacilhas
Há novas bolas de berlim de vários sabores em Lisboa
8 sugestões para aproveitar o fim de semana em Lisboa