Abriu o primeiro Burger King vegan da Península Ibérica, em Lisboa

Todos os hambúrgueres são vegan no novo Burger King da Rua de Belém, em Lisboa. (Fotografia de Paulo Spranger/GI)
Durante um mês, o restaurante Burger King em Belém, Lisboa, vai ter um menu exclusivamente vegan, com hambúrgueres e snacks de origem vegetal. Consoante a procura e as vendas, a marca decidirá se prolonga ou não o conceito.

Até dia 4 de dezembro, o restaurante Burger King de Belém, em Lisboa, terá um menu exclusivamente vegan, com hambúrgueres e snacks de origem vegetal – que mimetizam a carne em sabor, textura e valor nutricional – do The Vegetarian Butcher, empresa do grupo Unilever. Para acolher esta nova oferta temporária, o restaurante de dois pisos foi redecorado em tons de branco e verde, com jardins verticais, plantas nas janelas e novos toalhetes nos tabuleiros, sacos e coroas de papel.

Segundo o The Vegetarian Butcher, a proteína base dos hambúrgueres é soja – processada numa máquina para ganhar uma textura e sabor semelhantes aos da carne de vaca e frango -, conjugada com especiarias, e inclui proteína B12, tal como se encontra na carne. Na cozinha do Burger King de Belém (de onde foram retirados todos os produtos com origem animal, para evitar contaminações), os hambúrgueres vegetais são grelhados sobre a chama, à semelhança dos de carne.

Na oferta incluem-se os conhecidos Whopper, Steakhouse e Long Burger, entre outros hambúrgueres e snacks veganos, como nuggets. Também as sobremesas são veganas, havendo inclusivamente gelados sem leite da Ben & Jerry’s. “Esta oferta é única no mercado e representa um passo além na estratégia inovadora da marca, que pretende democratizar o acesso aos seus restaurantes a todo o tipo de consumidores”, diz Jorge Carvalho, diretor-geral da Burger King Portugal e Espanha.

Esta não é a primeira vez que o Burger King lança hambúrgueres veganos nas suas lojas, depois de ter testado, sob o mesmo período de tempo, este conceito em espaços no Reino Unido, Áustria e, mais recentemente, Espanha. “Os clientes reagem muito rápido. Um mês é algo que normalmente é suficiente para os nossos testes”, explica Jorge Carvalho. Sobre a hipótese de tornar a oferta vegan definitiva, esclarece que tal “vai depender dos consumidores” e “da resposta em vendas e em procura”. “Se entendemos que essa procura justifica manter o restaurante com vegan, manteremos”.

A escolha de Belém para abrir o primeiro Burger King vegan da Península Ibérica também não foi realizada ao acaso. “A localização é icónica e tem tudo o que é o Burger King: tem local, tem identificação com a cidade, e tem turismo. Belém tem muitos turistas, e nós somos uma marca internacional que queremos que seja local”. Após o dia 4 de dezembro, os clientes continuarão a encontrar, como alternativa à carne, hambúrgueres como o Shopper Vegetal, Big King Vegetal, Long Vegetal e nuggets vegetais, os quais já existem desde 2019 (neste caso, não são veganos porque o queijo, o bacon e maionese têm componentes de origem animal).

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua de Belém, 10, Belém, Lisboa
Horário
De domingo a quinta, das 11h às 23h. Sexta e sábado, até às 24h.


GPS
Latitude : 39.3999
Longitude : -8.2245




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend