11 tabernas de assinatura de norte a sul

Assente na tríade de boa comida, informalidade no serviço e relação direta com o «taberneiro» aqui fica o onze titular de tabernas de assinatura, de norte a sul.

Serviço informal, relação direta com donos e cozinheiros, boa comida. Os três grandes argumentos das tascas em relação aos restaurantes estruturados. É inevitável a criação de amizades imediatas ou numa segunda visita, e no tempo da demissão de sentimentos que parece ser o nosso, como sabe bem o abraço de quem nos conhece!

Chamar tasca melhorada a um restaurante é, antes de mais, dizer que se distingue de uma tasca tradicional pelo vanguardismo culinário, oferecendo pratos de assinatura e que estão em linha com o que de bom se faz no país. Em todas as que propomos na nossa lista desta edição, é como estarmos em casa dos proprietários ou dos cozinheiros. Isto porque se trata de um vanguardismo livre de artifícios e truques.

Pegar no melhor produto e tratá-lo com carinho, fazer tudo a partir do zero, com o tempo necessário. Na verdade, é essa a grande origem das tascas; casas onde se comia bem que abriram porta para a rua. As preparações primorosas, feitas com o mesmo coração e o mesmo afeto com que se cozinha, tudo contribui e explica por que ficamos cativos destes lugares mágicos de recondicionamento e de prazer.