Uma praça de gerações em Vila Nova de Famalicão

Por vezes reduzida ao polo industrial que a rodeia, a cidade tem muitas histórias para contar e um legado cultural que vale a pena conhecer.

Cidade de Camilo Castelo Branco e de outras personalidades, é conhecida pelas Festas Antoninas e pelo seu Carnaval. Com muito para oferecer, Famalicão merece ser destino de visita. No centro desta cidade que passa despercebida entre Porto e Braga há um espaço que se faz rodear de histórias. A Praça D. Maria II – rainha que concedeu o segundo foral à vila – é um local de transformações, do novo e do antigo, de grandes cadeias e de pequenos negócios. O jardim que se estende para sul é ponto de encontro e palco de feiras e concertos. A norte, a praça é delimitada pelo possante edifício da Fundação Cupertino de Miranda, empresário e filantropo famalicense. É o polo cultural da cidade e ponto de convergência das principais ruas comerciais, uma mostra do legado industrial da região.