Ir a banhos em Ílhavo com tripas doces e junto ao farol mais alto do país

Praia da Barra e farol da Barra, em Ílhavo. (Fotografia de Maria João Gala/Global Imagens)
Instalada numa península entre o mar e a ria de Aveiro, a Praia da Barra é um dos destinos balneares mais procurados da região. É enquadrada na paisagem pelo farol mais alto do país.

No verão, o largo e longo areal da praia da Barra, no concelho de Ílhavo, enche-se de banhistas vindos das terras ao redor e de longe, muitos de além fronteiras, que desde Vilar Formoso encontram na A25 ligação direta aos banhos de mar e de sol. A qualidade das águas é um dos atrativos da Barra, galardoada com Bandeira Azul desde 1989, assim como a possibilidade de praticar diversos desportos aquáticos como o surf, bodyboard, windsurf, kitesurf, vela e pesca desportiva. Outra das mais-valias é ser acessível a cadeiras de rodas, e equipada com toldos, espreguiçadeiras, duches, e casas de banho públicas.

A praia está instalada numa península separada do continente pela Ria de Aveiro, que ali se junta ao mar, e é protegida a norte por um pontão que marca a entrada do porto. Ao longo dos seus cerca de 500 metros, que convidam a passeios com cheiro de maresia, alinham-se pescadores recreativos de linha lançada ao mar. Chegando ao fundo do paredão, tem-se uma panorâmica da praia, enquadrada pelo icónico farol da Barra, listrado de branco e vermelho, e composta por uma extensa faixa de areia fina para sul, as dunas e o pinhal de São Jacinto a norte.

Bar Offshore, na Praia da Barra. (Fotografia de Maria João Gala/Global Imagens)

O abrigo do molhe cria as condições para desfrutar tranquilamente da água que se estende com pouca profundidade sobre o areal, permitindo ter pé até longa distância mar adentro, e que faz da praia uma aposta segura para famílias. Num intervalo dos banhos, do jogo de cartas, da leitura de um livro ou das brincadeiras das crianças, formam-se filas em frente dos pequenos quiosques da marginal, de onde sai o aroma doce da tripa de Aveiro, feita com uma massa mole de bolacha americana e recheio de chocolate, ovos moles, queijo, entre outras opções. Em alternativa, há gelados artesanais, refrescos e petiscos para picar nas esplanadas que são ponto de encontro e lugar de convívio ao longo de todo o ano.

Os passadiços de madeira que se estendem ao longo do areal, e desde o verão passado ligam as praias da Barra e da Costa Nova – são 1236 metros pelas dunas – fazem outro convite ao passeio, em caminhada, ou bicicleta. Pelo caminho vão encontrar-se bares de praia, para um refresco de pé na areia. Uma das novidades mais frescas a despontar no areal da Barra é o Offshore, que abriu mesmo ao lado do irmão mais velho, o bar e restaurante Sétimo, mas com propostas mais leves, como a sandes de polvo ou o prego de atum e os nachos com guacamole. A intenção de trazer um pouco do México para a Praia da Barra também se traduz na aposta em cocktails à base de mezcal, um destilado tradicional desse país.

O maior farol de Portugal
Com 62 metros de altura – 66 acima do nível do mar – o Farol da Barra é o mais alto do país, e o segundo maior da península Ibérica. Quando foi construído, em 1893, era o sexto maior do mundo, em alvenaria de pedra, e hoje ocupa o 26º lugar entre os mais altos do globo. Todas as quartas-feiras à tarde são realizadas visitas gratuitas, que permitem subir a torre cilíndrica e, após 288 degraus, apreciar a vista, que integra as dunas de São Jacinto, a ria de Aveiro e os barcos e entram e saem do porto e a praia vestida de guarda-sóis coloridos.

Praia da Barra
Acesso cadeira de rodas: sim
Bandeira azul: sim
Estacionamento: sim
WC: sim




Outros Artigos





Outros Conteúdos GMG





Send this to friend