Porto é a Cidade das Camélias por uma semana

A flor mais famosa a crescer nesta altura do ano é a camélia, conhecida mesmo como a «flor de Inverno». No Porto também é conhecida como japoneira e a importância que tem para a cidade reflete-se nas mais das 20 edições da Exposição das Camélias. A partir de sábado, dia 4, e até dia 11 numerosos eventos vão celebrar a flor. A exposição - dias 4 e 5 - no Palácio da Bolsa é o ponto alto da festa.

A abertura da exposição, que este ano tem como tema «Porto Histórico», está marcada para as 14h30 horas. Nesta data serão também anunciados os vencedores das várias categorias a concurso: «Melhor Camélia», a «Melhor Camélia de Origem Portuguesa» e o «Melhor Arranjo Floral com Camélias».

A Exposição de Camélias do Porto estará patente ao público até às 19 horas do dia 5. Inclui diversas atividades, além da exibição das flores por viveiristas e colecionadores. A saber: mercado da camélia, oficinas, sessões de teatro de sombras e uma cerimónia de chá japonês, até porque esta planta é oriunda do Japão.

A Exposição de Camélias do Porto estará patente ao público até às 19 horas do dia 5.

A programação estende-se a outros locais. A vasta agenda de eventos inclui concertos, instalações, mostras, exposições, palestras, workshops, conferências, espetáculos de dança e teatro, visitas guiadas e percursos de orientação, lançamento de um livro na Biblioteca Municipal Almeida Garrett e degustações.

Destaque-se o «Cycle Flower Parade», passeio que desafia os participantes a levarem a bicicleta mais florida, a performance «Celebração», uma deambulação que inclui canto, música, figurinos e caracterização e que será apresentada pela ACE – Teatro do Bolhão, a instalação artística «Kameria» que de 4 a 11 de março vai sugerir aos visitantes o caminho a seguir pelo interior da Praça do Infante, ou o percurso de orientação «Descobre-camélias» que a 11 de março convidará o público a redescobrir os Jardins do Palácio de Cristal e as suas japoneiras.

Do programa fazem ainda parte concertos, visitas guiadas, nomeadamente à Igreja de São Francisco, ao Jardim Botânico e ao da Casa da Prelada e ainda uma visita pelo Porto Histórico

Do programa fazem ainda parte concertos, visitas guiadas, nomeadamente à Igreja de São Francisco, ao Jardim Botânico e ao da Casa da Prelada e ainda uma visita pelo Porto Histórico, orientada pelo historiador Joel Cleto. O Encerramento da Semana das Camélias culminará com uma animada festa na Fundação de Serralves, com entrada livre.

A Exposição e a Semana das Camélias do Porto é uma organização da Câmara do Porto, através do seu Pelouro do Ambiente e da Porto Lazer, em conjunto com a Associação Portuguesa de Camélias. Ver programação completa em www.portolazer.pt.


Leia também:
Porto: Ficar na Ribeira como em casa
Sé: passear pelo bairro onde nasceu o Porto
Porto: 10 sítios para beber e comer junto do Cinema Trindade



CONTEÚDO PATROCINADO