O turismo rural limiano rodeado de vinhas e com o mar ao longe

Nas antigas casas das famílias nobres do Alto Minho, algumas delas há tantos séculos quantos os da nação, tem-se instalado uma oferta ímpar de hotelaria em espaço de habitação.

Diz-nos Francisco de Calheiros que o paço, herdado dos pais, chegou a passar muitos anos degradado, mas custa a acreditar. Caminhando pelos corredores do palacete de finais do século XVII, está tudo impecável. Passamos por salas e saletas com quadros de antepassados, espadas e tapeçarias, móveis maciços que guardam louças, livros e pratarias, até chegar à magnífica cozinha de granito. Com Francisco adiante a contar histórias de tios e avós, guiando-nos por detalhes e graças, é como ter uma novela de época só para nós.

Acresce ser este nosso guia também um conde – Conde de Calheiros – embora prefira falar mais da casa que agora acolhe hóspedes em seis apartamentos criados nas antigas cavalariças, mais uma cottage e onze quartos na casa. Ou a contar como deu novo fôlego à quinta laboriosa, que está a lançar os primeiros vinhos em nome próprio.

Tudo no Paço tem uma função e não há nada só para inglês ver. Naquela cozinha de granito, forno a lenha embutido e lareira de pedra, tudo trabalha diariamente, incluído a chaminé para a qual fumegam potes de ferro, fumando pendentes chouriças. Quando espreitamos para a velhinha mó onde ainda se faz farinha milha, quase estamos a contar com ela.

Do que não estamos à espera – depois de escalar ao longo de muros floridos, através da constante música da água a correr, ora bailando suavemente em tanques de pedra com carantões míticos, ora jorrando de fontes, ora em regatos que se distribuem como um sistema sanguíneo – é da piscina e do pequeno spa com uma vista arrebatadora. Dali vê-se o vale do Lima, a vila, as montanhas a poente, e em alguns dias, como descreveu o escritor limiano Conde D´Aurora, “uma fitinha prateada que é o mar”.

Francisco gosta de sentar-se no pequeno jardim à sombra de onde se vê o rio Lima e as vinhas, lugar predilecto de outros patriarcas. «Esta é uma das paisagens mais lindas de Portugal, com este matizado de verdes». Cabe-nos apenas concordar e apreciar também.

 

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua de Calheiros, 1174, Calheiros, Ponte de Lima
Telefone
258741672 (Turihab)
Custo
(€) Quarto duplo a partir de 125 euros, com pequeno-almoço incluído


GPS
Latitude : 41.806221
Longitude : -8.566470999999979

 

Leia também:

Esta nova loja esconde os Segredos do Campo
Uma casa no campo com jardins históricos em Ponte de Lima
Uma casa de campo em Ponte de Lima para se estar em família



CONTEÚDO PATROCINADO