Os produtos de beleza da rainha D. Amélia estão de volta

São quase 100 anos de história. Uma história que começou em Lisboa, em 1925, pelas mãos de um farmacêutico, nos laboratórios Nobre.

As fórmulas de pomadas de beleza «milagrosas», feitas com ingredientes naturais e embaladas em bonitas bisnagas art déco, rapidamente se tornaram um sucesso entre as mais elegantes da sociedade lisboeta, chegando mesmo ao boudoir de D. Amélia, rainha no exílio.

Por ter atravessado gerações a Benamôr faz parte da história da beleza nacional, mas é um francês, Pierre Stark que está a trazer a marca de volta à sua glória. O que começou como um creme de rosto veio a desenvolver-se numa linha grande de produtos que incluía maquilhagem, águas de colónia e até pasta de dentes. A linha ganhou o nome de uma perfumaria da Baixa e assim ficou para sempre conhecida.

A entrada das grandes marcas internacionais nos anos 80 fez cair o negócio e a marca ficou relegada para as drogarias antigas, mas o creme de rosto nunca deixou de estar à venda. Pierre que veio para Portugal trabalhar numa multinacional ligada à cosmética conheceu a Benamôr através de Catarina Portas e de A Vida Portuguesa e ficou rendido.

Estudou a fórmula, analisou-a submeteu-a a testes internacionais e confirmou a sua excelência. O ano passado Pierre e outros dois sócios (um português e um japonês) compraram a Nally, fabricante da Benamôr (e de outros produtos cosméticos) e iniciaram um processo de mordernização e redesign da marca.

Os produtos que hoje estão à venda mantém as linhas do creme original, a sua simplicidade e os preços acessíveis, mas à linha base foram já adicionadas outras duas – a Rose Amélie, em homenagem à rainha D. Amélia e a Jacarandá, uma alusão às mais bonitas árvores das ruas de Lisboa.

A fábrica, que até 2009 se mantinha no Campo Grande, está agora instalada em Alenquer e conta com a experiências de funcionários que há mais de 30 anos cuidam da formula Benamôr. A produção foi modernizada mas mantém uma componente artesanal muito importante para a qualidade dos produtos. Os planos de Pierre não ficam por aqui e para breve serã lançadas novas linhas e produtos.

Benamôr

À venda no El Corte Inglés, A Vida Portuguesa e algumas farmácias.

Créme de rosto (50ml): 12,50 euros
Creme de mãos (30ml): 5,90 euros
Sabonete: 4,50 euros
web: benamor1925.com



CONTEÚDO PATROCINADO