Olaria tradicional portuguesa tem nova loja no Porto

A Potteria é uma loja de cerâmica portuguesa que junta o que de melhor se faz em olaria tradicional de Norte a Sul do país e ainda ensina a apreciar cada peça.

Entra-se na Potteria e a serenidade da música jazz que ecoa pela loja ajuda à viagem que ali se pretende proporcionar. É um roteiro de contemplação de peças da olaria tradicional portuguesa que arranca na vila do Redondo e passa por São Pedro do Corval, onde já só trabalham 21 artesãos.

Dessas terras do Alentejo, prossegue para Norte até Barcelos, e à aldeia de Bisalhães, em Vila Real, onde se produz a secular olaria negra. O nome da loja também viaja e resultou da combinação da palavra «pottery» («olaria» em inglês) com a portuguesa «olaria» – que neste espaço se apresenta de todas as formas, desde as linhas tradicionais às mais contemporâneas.

Todas as peças à venda são produzida em lugares pequenos, como aldeias e vilas, à exceção dos trabalhos de Vasco Baltazar, que é de Lisboa, explica Filipe Gomes, de 37 anos, que embarcou neste projeto com Rui Oliveira. A dupla está recetiva a propostas para expor novos trabalhos, sendo esse, aliás, o princípio orientador da Potteria, que é encarada quase como se fosse um museu, apresentando até quadros explicativos sobre os trabalhos à venda.

A Potteria está recetiva a propostas para expor novos trabalhos

Os preços estão pensados para alcançar todas as carteiras. «A loja foi desenhada para chegar a toda a gente e os valores também estão orientados nesse sentido», assinala Filipe, que sugere a experiência agradável de tomar o pequeno-almoço com caneca que foi feita à mão por uma pessoa, e não por uma máquina num processo industrial.

A loja abriu em dezembro e o objetivo é que esteja em permanente mutação. Por estes dias, anda-se ali em experiências para produzir azulejos usando as técnicas tradicionais.

Graças a parcerias que estabeleceram com vários museus, como A Casa da Terra, em São Pedro de Corval, e o Museu de Olaria de Barcelos, conseguem ter à venda publicações dessas instituições. «O caráter informativo também é muito importante, algo que por vezes falha neste tipo de espaços», refere Filipe, que pretende organizar workshops no futuro.

Partilhar
Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Rua de Santo Ildefonso, 36, Porto (Baixa)
Telefone
220990648
Horário
Das 11h00 às 14h00 e das 15h00 às 20h00. Não encerra.


GPS
Latitude : 41.1460829
Longitude : -8.605810099999985

Veja também:
Ovar: uma viagem à cidade dos azulejos
Redondo: Um roteiro pela vila histórica alentejana
Já abriu o novo distrito de lojas junto ao Teatro São João



CONTEÚDO PATROCINADO