Porto: Um cantinho transmontano na Ribeira

Há um mês, um pouco de Trás-Os-Montes veio Tua e Douro abaixo e desembarcou na Invicta. Chama-se À Bolina e trouxe a portuenses e turistas os melhores vinhos e petiscos da região.

«Apercebemo-nos de que no Porto não havia um bom lugar de petiscos transmontanos, com bom serviço e boa música e decidimos arriscar» explica Duarte Nuno Januário, um dos três sócios. A zona escolhida foi a beira-rio, mas o trio preferiu ir para a área menos massificada a montante da Ponte Luís I. «Todos vão para baixo, nós viemos para cima», diz António Machado. Daí o nome À Bolina: contra o vento, contra a corrente.

O espaço que encontraram para montar o bar foi uma casa «extraordinária, com mais de 200 anos» e duas filas de arcos em pedra no interior. Lá fora, tem uma esplanada elevada com ótimas vistas para a ponte e, melhor ainda, sem horas de turistas a passar em frente. A base estava lançada.

Depois foi só preciso escolher o que servir. Havia dois requisitos: tinha de ser bom e transmontano. Por isso os vinhos são todos do Douro e de Trás-os-Montes e, além dos cocktails tradicionais, há o porto tónico e uma refrescante caipirinha de Favaios com noz moscada, da autoria de de Pedro Nascimento. Para acompanhar, há uma seleção de saborosos petiscos.

A imagem da casa são as Bolinas: deliciosas tostas em pão transmontano que podem ter tomate e presunto (4 euros), um delicioso preparado de alheira (4 euros) ou simplesmente azeite e orégãos (3,5 euros). Há ainda ardósias de queijos e enchidos, onde se destaca um surpreendente queijo picante, a autêntica bôla de azeitonas e uma invulgar bôla sovada. Os preços, tanto das bebidas como das comidas, são todos muito em conta.

Além da boa vista, da boa comida e da boa bebida, o À Bolina e os seus três sócios ainda conseguem ter uma outra coisa de qualidade: uma genuína simpatia transmontana e um talento inato para nos fazer sentir em casa.

 

À Bolina
Avenida Gustavo Eiffel, 202 (Ribeira)
Tel: 223224695
Web: http://abolinabar.com/
Todos os dias das 15h00 às 02h00
Preços: cerveja 1,2 euros; vinho a partir de 2 euros o copo e 6 euros a garrafa



CONTEÚDO PATROCINADO