Petiscar e beber um copo no topo das muralhas de Chaves

Num recanto do centro histórico de Chaves, uma velha ilha situada no cimo das muralhas é hoje espaço de convívio onde se pode saborear vários petiscos.

Na Ilha do Cavaleiro não é apenas o conceito – um conjunto de pequenas casas convertido em bar e casa de petiscos – ou a lenda sobre o nome do largo que encantam. É tudo. Desde a imensa esplanada inserida no baluarte do Cavaleiro das velhas muralhas de Chaves, com vista a espraiar-se sobre a cidade, até cada pormenor da decoração com que a família Monteiro recriou aquela que seria a única ilha local, dando-lhe outra vida mas sem alterar a traça.

Percebe-se esse cuidado logo que se transpõe o portão verde e se percorre o corredor tão típico das ilhas – a configuração é idêntica às do Porto, onde ainda subsistem várias destas velhas habitações para operários. As paredes são em pedra e manteve-se o traço das portas originais, encimadas pelo número da respetiva casa. E há flores – muitas e de várias cores – a dar as boas-vindas, seja à tarde ou de madrugada, a quem vai beber um copo com amigos ou deleitar-se com petiscos regionais, como a alheira à Cavaleiro, especialidade da casa.

E há flores – muitas e de várias cores – a dar as boas-vindas, seja à tarde ou de madrugada, a quem vai beber um copo com amigos.

«Tentamos descaracterizar o menos possível», conta Ricardo Monteiro, que no final de julho de 2013 abriu a Ilha do Cavaleiro com os pais, Nelson e Fernanda Monteiro. Das nove casas da ilha, aproveitaram tudo quanto foi possível: no interior do bar, as antigas portadas fazem agora as vezes de tampos das mesas, com os sítios onde assentavam os vidros preenchidos por elementos naturais como castanhas, nozes, feijões. E as cadeiras em volta das mesas têm todas cores diferentes. Não por acaso, explica Ricardo: «É como se fôssemos buscar uma peça de mobiliário a cada casa».

Em todos os cantos há objetos antigos e pormenores regionais, como peças de barro preto e cestaria suspensas nas paredes de pedra, onde também está um estendal com fotografias antigas de Chaves. Bons motivos para querer voltar.

Partilhar
Mapa da ficha ténica
Morada
Largo do Cavaleiro, Chaves
Telefone
933374833
Horário
Das 15h00 às 02h00; sexta e sábado, até às 04h00. Não encerra.


GPS
Latitude : 41.73869699999999
Longitude : -7.469546199999968

 

Veja também:

Um restaurante moderno e «à antiga» em Chaves
Chaves: Um museu de hoje na cidade moderna
Presunto fumado entre o Minho e Trás-os-Montes



CONTEÚDO PATROCINADO