Mesa D’Alegria: Comida caseira num restaurante com história em Viseu

Um lugar para comer todos os dias ao almoço e ir petiscar ao jantar representa a mudança de vida de Paulo e Margarida, que trocaram a hotelaria por dar prazer à mesa à comunidade.

Era um restaurante emblemático no centro da cidade, cuja marca era um grande balcão onde muita gente almoçava. Quando fechou, Paulo Almeida e Margarida Cardoso fecharam também um capítulo das suas vidas, em extenuantes carreiras na hotelaria, para começar outro.

Desde abril, que trabalham a gerir e a servir os clientes herdados do restaurante antecessor, que acarinharam, mantendo o respeito pelos seus gostos, pequenas manias e aprendendo todos os nomes… e fazendo um comprido balcão em madeira. «Gostamos de criar laços«, diz o casal, que prefere “cantar” a carta aos clientes em vez de lhes apresentar um papel. Talvez por isso, muitos fregueses novos tenham chegado, também atraídos pela boa mão da cozinheira Maria Glória, que se manteve no comando do fogão ao almoço.

Neste Mesa D´Alegria, cujo interior foi todo renovado com motivos tradicionais, desde o mosaico do chão até aos pratos a decorar as paredes, pode dizer-se que a alegria emana quase toda do casal caloroso que, à noite, criou como variação uma carta de petiscos regionais.

Se, ao almoço, há pratos do dia simples, de temperos caseiros e moderação no sal, à moda de Maria Glória, o serão dá espaço à carta com mais de trinta petiscos e algumas especialidades – entre elas, arroz de búzios, bife em massa folhada, migas com enroladinho de vitela e rojões.

Para petiscar, há peixinhos de espargos ou pataniscas, enchidos regionais em diferentes combinações, bruchettas, favas estufadas, alheiras e arrozes caldosos, entre muitos outros, tudo em doses para fazer rodar vários pratinhos entre os companheiros de mesa.

Mesa D´Alegria
Rua da Vitória, 21, Viseu
Tel: 232400765
Web: facebook.com/mesadalegria
Horário: Das 10h00 às 23h00. Encerra domingo.
Preço médio: 12 euros



CONTEÚDO PATROCINADO