Lisboa: uma cabana de pescador para comer na cidade

Em plena Bica, o espaço do antigo Isco deu lugar ao Água pela Barba, que abriu no início de dezembro. Nova gerência, uma remodelação que demorou semana e meia, e o conceito que se manteve: petiscos com ligação ao mar.

João Alves e Gonçalo Pernas são dois amigos que gostam muito de comer. João está na área da restauração há vários anos e Gonçalo, apesar de trabalhar como produtor de televisão, já alimentava a ideia de ter um restaurante.

Quando souberam que o Isco ia fechar, agarraram a oportunidade e ficaram com o espaço. Mantiveram parte da equipa – liderada pelo chef João Magalhães – e criaram de raiz um menu pensado para partilhar. A lista de entradas, aliás, das «miudezas», inclui os apetecíveis tacos de peixe frito ou peixe cru, o tártaro de atum, o ceviche de peixe e o mexilhão das Índias com molho de coco. Nas «grandezas», escolhe-se entre a quinoa com molho de tomate e filetes de peixe branco, o polvo grelhado com creme de grão e limão, as lulas recheadas com salsicha fresca ou um delicioso arroz cremoso com camarão e açafrão que merece o destaque que tem recebido da clientela. Bochecha alentejana com puré de batata-doce e amêijoa, e sanduíche de cachaço são as duas únicas opções em matéria de carnes.

Por enquanto, há duas sobremesas, canilhas, um doce de massa crocante com recheio de creme de pasteleiro, e tiramisù, mas João quer acrescentar o bolo de chocolate da mãe, que diz ser «mesmo o melhor». E porque um bom prato pede um bom vinho, há verdes, tintos e brancos de Minho, Douro e Alentejo para acompanhar. João descreve o espaço como «uma cabana de pescador cosmopolita com um toque mais moderno». Gonçalo acrescenta: «Ainda estamos a fazer testes e a afinar pormenores para continuarmos a melhorar». Na entrada de um novo ano, a viagem espera-se promissora para este recanto que encurta a distância entre a Bica e o mar.

Água pela Barba
Rua do Almada, 29-31 (Bica).
Tel.: 213461376.
Web: facebook.com/aguapelabarbarestaurante
Das 12h00 às 00h00; segunda, a partir das 19h00; sábado e domingo, até às 02h00. Não encerra.
Preço: 25 euros



CONTEÚDO PATROCINADO