Um bar-restaurante com vista sobre Lisboa

Serve refeições a qualquer hora do dia e tem um terraço, tudo isto numa localização privilegiada e em pleno centro da capital.

Substituiu um antigo quiosque, mesmo por cima da estação de metro do Parque Eduardo VII, e reabriu no passado dia 13 de maio de mãos dadas com uma marca de cerveja. «Esta moda dos terraços tem sido um movimento contínuo e tem aberto muita coisa por todo o lado, muitas delas em parceria com a Heineken. Connosco, é uma presença forte», conta Miguel Moreira, um dos dois sócios.

Então e, além do espaço, que novidades traz o Terraço do Marquês? Miguel encontra uma forma engraçada para descrever o conceito: «Definiria numa palavra que acho que nem existe: petiscação. Ou seja, degustação de petiscos.»

A oferta do bar é alargada, com diversos cocktails, dez gins, carta de vinhos, várias cervejas e os responsáveis pela casa têm destacado duas bebidas: o «soft garden, sem álcool, e o mojito de manjericão».

Importa também referir os petiscos, como ceviche, gambas, batatas bravas, pimentos de Padrón salteados ou as tradicionais tábuas de queijos e enchidos. Caso a visita seja em horas de maior apetite, a carne basca Txogitxu é o ex-libris do menu.

Miguel diz que tem vindo a assistir a cada vez mais movimento por parte dos clientes e que o Europeu de futebol, e o sucesso da seleção nacional, foram determinantes para o bom funcionamento da casa. «Transmitimos os jogos num ecrã gigante e foi um fenómeno», partilha, embora garanta que não querem colar o espaço à imagem de um sports bar.

Para apreciadores de uma esplanada com música ambiente, todas as quintas e domingos, das 19h00 às 23h00, está de serviço o DJ Alexandre Barbosa, figura emblemática da noite de Lisboa.

Terraço do Marquês
Parque Eduardo VII, Avenida Sidónio Pais, 1 (Marquês)
Tel.: 210107411
Web: facebook.com/terracodomarques
Das 12h00 às 02h00; domingo, a partir das 13h00. Não encerra.
Preços: Cocktails, 6 a 12 euros; gin, 6 a 12 euros; cerveja, 2 a 6 euros



CONTEÚDO PATROCINADO