Reabriu o mítico e burlesco Pérola Negra da Invicta

O bar de alterne da Baixa, encerrado há anos, reabre agora como discoteca vintage burlesca, mantendo grande parte da decoração original kitsch. A nova vida começa hoje.

Logo após o 25 de abril, o Pérola Negra foi um ícone da noite de “luz vermelha” da Invicta. As suas ousadas sessões de strip tease e até de sexo ao vivo atraíram milhares de pessoas recém-libertadas do conservadorismo puritano do Estado Novo. Durante as décadas de 80 e 90, o bar continuou a ser a referência do circuito da noite obscura do Porto. Este século, ainda funcionou durante alguns anos, mas acabaria fatalmente por encerrar.

Hoje, o Pérola Negra volta a abrir portas já não como bar de strip tease mas como discoteca. E manterá a decoração kitsch. Ou seja, permanecem os sofás vermelhos, os varões, as paredes forradas a espelhos e as brilhantes bolas de cristal. Mário Carvalho, antigo dono da discoteca Indústria e um dos pioneiros da movida na Baixa com o bar Lusitano, é o responsável pelo renascer do Pérola Negra, um sonho que já vinha perseguindo há vários anos e que este ano conseguiu concretizar.

A temática será o de “vintage burlesco”, prometendo lançar um conceito inovador na noite portuense.

Todos aqueles que sempre tiveram curiosidade em conhecer um dos mais carismáticos espaços noturnos da Porto poderão ir sem qualquer receio e até “levar as mulheres e namoradas”, assegura Mário Carvalho. Poderá dançar, conversar, ouvir música e descobrir “uma lenda da cidade, que tal como o próprio Porto, se redimensiona sem perder o tal carácter que os tornam únicos”.

 

Pérola Negra – Club Dancing
Rua de Gonçalo Cristóvão, 288 (Baixa)
Horário: sextas, sábados e vésperas de feriados das 23h00 às 06h00
Facebook: perolanegranoporto



CONTEÚDO PATROCINADO