Quiz Evasões: 10 perguntas a André Ribeirinho

Quiz Evasões: 10 perguntas a André Ribeirinho
André Ribeirinho, fundador da plataforma online Adegga
Há pouco mais de dez anos, André Ribeirinho, um dos fundadores da plataforma Adegga e promotor dos eventos Adegga WineMarkets, ousou criar a primeira rede social dedicada ao vinho.

1. Uma cozinha para todos os dias?
Peixe fresco da nossa costa grelhado e temperado com sal do Algarve e um fio de azeite português. Tudo acompanhado de um copo de bom vinho branco de Portugal.

2. Na hora de comer fora, o que pesa mais: o fator novidade, a comida, o nome do chef ou o boca a boca?
A comida como expressão da qualidade do produto. Um bom chef de cozinha trabalha com bom produto e é rapidamente descoberto pelo boca a boca.

3. Uma dica infalível para não errar na escolha do vinho?
Aproximar ao máximo a origem do vinho com a origem do produto ou do prato. Marisco ou peixe grelhado com vinhos brancos costeiros (Vinho Verde, Lisboa, Colares, Costa Vicentina). Cabrito assado com vinhos tintos do Douro. Leitão assado com espumantes da Bairrada. Chanfana com vinhos tintos do Dão. Migas à alentejana ou plumas de porco preto com vinhos tintos do Alentejo. Moscatel de Setúbal com tortas de Azeitão. Vinho do porto com Queijo da Serra.

4. Um vinho que não lhe sai da cabeça?
Todos os que tive oportunidade de partilhar com as pessoas que mais me fazem feliz.

5. Qual o maior trunfo dos vinhos portugueses?
A diversidade! Os produtores de vinho em Portugal têm o privilégio de poder trabalhar mais de 200 castas nacionais em 12 regiões de vinho com enormes diferenças de solo e clima. O resultado é uma enorme diversidade de aromas e sabores que combinam na perfeição com a gastronomia nacional e internacional. A diversidade é hoje um dos factores-chave para a promoção e competitividade dos vinhos portugueses também a nível internacional.

6. O que nunca pode faltar na sua despensa/frigorífico/adega?
Produtos frescos, sal, azeite. E, claro, bom vinho português pronto a servir à temperatura certa.

7. Qual a região, ou as regiões portuguesas, que ainda nos vão dar muitas alegrias?
Todas as regiões em Portugal, sem exceção, têm bons projetos de vinho que nos irão dar muitas alegrias nos próximas anos. Existem em Portugal excelentes oportunidades para partir à descoberta de produtores e vinhos ainda pouco conhecidos. Recomendo vivamente aos apaixonados por vinho que saiam da sua zona de conforto, uma vez por outra, e que possam dar oportunidade a novas regiões, produtores e castas. Não irão arrepender-se.

8. O paladar, educa-se?
Passei os primeiros 20 anos da minha vida sem comer queijo, presunto ou bacalhau. Hoje não dispenso nenhum dos três. Só poderia concordar com a afirmação.

9. Um vinho que ainda está na sua bucket list?
Domaine de la Romanée-Conti Romanée-Conti Grand Cru. Um vinho da região da Borgonha, em França, considerado como um dos melhores do mundo.

10. Um prato com sabor a infância?
Costeletas de borrego panadas feitas pela avó desde que me lembro. Pequenas costeletas de borrego, marinadas em limão durante horas e panadas na perfeição pelas mãos da sabedoria.



CONTEÚDO PATROCINADO