Crítica de vinhos: os bons brancos que faz a Bacalhôa

O tempo é de brancos e lazeira, a Bacalhôa abriu as portas do palácio e a balaustrada que dá para o jardim e a sua mais emblemática vinha foi onde deu os vinhos brancos que produz em todo o país a provar. Provados e aprovados.

Ainda há vinte anos os vinhos brancos eram regra geral acompanhamento fresco de peixe grelhado ou das mariscadas com amigos. O tempo, a procura e o gosto fizeram um trabalho colossal no mercado, que passou a pôr-se em sentido e a tratar de produzir os néctares do contentamento das famílias, tertúlias e grupos quando toca a reunir à mesa da festa. E se é verdade que prezamos o esforço dos pequenos produtores, tratando as vinhas como jardins e as adegas como espaços de inspiração, nem sempre temos o foco afinado para o que os grandes estão a fazer.

A Bacalhôa Vinhos tem vinhas de bom gabarito em todo o território nacional e criou uma oferta notável de monocastas, vinhos de terroir e marcas de grande tiragem, tudo em branco. Evanescente da Aliança, a Quinta da Garrida está a produzir no Dão bom Encruzado, a casta-rainha dos maciços graníticos que marcam a região.

A marca Dom Martinho – segundo vinho da Quinta do Carmo, Alentejo – conhece em 2016 a versão branca, com qualidade assinalável. Na região de Lisboa, dois vinhos a destacar claramente, o Alvarinho da Quinta de Loridos (Óbidos) e o Cova da Ursa Chardonnay, ambos de complexidade notável e a mostrar adaptação conseguida de duas castas que não são autóctones.

Da «terra-mãe» da Bacalhôa que é a Península de Setúbal, duas grandes surpresas. Uma a ostentar a marca excelsa de Berardo Reserva Familiar, sempre que sai é patrimonial, outra talvez a melhor edição de sempre do Catarina, uma marca de forte implantação no mercado para que temos de começar a olhar com outros olhos. Os vinhos estão aí, façamos-lhes a honras com a melhor mesa.

 

Leia também:

Crítica de Fernando Melo: quatro vinhos de Lisboa
Crítica de Vinho: 6 vinhos Bulas por Fernando Melo
Crítica de vinhos de Fernando Melo: os novos Quinta do Pôpa



CONTEÚDO PATROCINADO