Barca Velha recebe pontuação máxima da Wine Enthusiast

(Fotografia de J. Paulo Coutinho/GI)
A última edição do célebre vinho do Douro foi muito elogiada pela revista especializada. É o primeiro vinho português a conquistar este feito.

Foram 100 pontos em 100 possíveis que a edição de 2016 do vinho Barca Velha arrecadou dos críticos da revista especializada norte-americana Wine Enthusiast. O feito é de relevo, até porque se trata da primeira ocasião em que a pontuação máxima é atribuída a um vinho português.

«Esta é a última edição daquele que é o vinho português mais icónico. E é magnífico. O último vintage foi o de 2004 e a espera valeu a pena. (…) É uma soberba manifestação da grandeza das vinhas do Douro Superior», pode ler-se no comentário feito pelo crítico Roger Voss no site da revista.

Trata-se da seleção cuidada da colheita de 2008 que, após um estágio prolongado, foi engarrafada em 2016. Em 64 anos de história – nasceu em 1952 pela mão de Fernando Nicolau de Almeida, enólogo da Casa Ferreirinha à época -, esta é apenas a 18.ª edição do Barca Velha, que deverá dar origem a 18 mil garrafas.

A última edição remonta a 2012, ano em que foi engarrafada a colheita de 2004. Nem todas as uvas têm direito ao tão cobiçado rótulo, atribuído pela Casa Ferreirinha à gama mais alta de vinhos sob a sua produção. Nesse ano, a Wine Enthusiast entusiasmou-se e quase deu o pleno: 99 pontos.



CONTEÚDO PATROCINADO