Passeio pedestre em busca da Évora desaparecida

Passeio pedestre em busca da Évora desaparecida
O passeio tem a duração de uma hora e meia. (Fotografia de Júlio Lobo Pimentel/GI)
Caminhar pelo centro histórico percorrendo os principais monumentos da capital alentejana através do seu processo de demolição, destruição ou reconstrução durante o confuso século XIX português

A proposta é, no mínimo, original. A Compadres, marca dedicada ao touring cultural e paisagístico no Alentejo, lançou um passeio pedestre que promete desvendar uma Évora desconhecida, percorrendo os seus principais monumentos à luz da sua forma original. Este novo olhar sobre a cidade Património da Humanidade é feito com o acompanhamento de um intérprete do património, que, acompanhado de uma «caixa mágica» de elucidativas fotografias de arquivo, desvenda ao longo do percurso, de forma descontraída, o traçado original de alguns dos locais mais emblemáticos da capital alentejana.

E se alguns dos monumentos mais conhecidos em Évora não tivessem afinal mais de 100 anos na sua forma atual? E se a sua forma original, há apenas 100 anos, tivesse sido substancialmente diferente do que hoje é visível? E se fosse possível rever essa forma original, bem como o próprio processo de destruição e transformação? Para saber as respostas a todas estas perguntas o melhor é acompanhar este passeio, com cerca de hora e meia de duração, que se realiza cinco vezes ao dia, de quinta a segunda (a partir de 10 de junho, passa a estar disponível toda a semana), sempre com partida e chegada na Ervideira Wine Shop, na Rua 5 de Outubro, onde todos os participantes são convidados a experimentar, no final, uma prova de vinhos.

Web: compadres.pt
Preço: 15/25/40 euros (participante/casal/família 5 elementos)
Horários: 09h30 (inglês, francês), 10h30 (português), 15h00 (inglês), 16h00 (espanhol)

 

Agenda:

Circuito das Forças Armadas, Amadora
28 de maio
Depois da base naval do Alfeite e da base aérea do Montijo, a Academia Militar, na Amadora, recebe a terceira e derradeira etapa da edição deste ano do Circuito das Forças Armadas, composto por três provas de 10 quilómetros e outras tantas caminhadas, de 5. A classificação será ordenada pelo somatório dos tempos alcançados atleta no conjunto das três etapas.
xistarca.pt

Mêda Marathon Series, Mêda
28 de maio
Integrada no circuito mundial da União Ciclista Internacional, esta maratona de bicicletas de montanha é uma das provas mais importantes do calendário nacional. Além da competição para os atletas de elite, o programa inclui ainda uma maratona curta de 78,5 quilómetros e uma meia-maratona de 41,3 aberta a atletas amadores, que percorre as magníficas paisagens da região, passando por locais como os castelos de Marialva e de Longroiva ou a aldeia histórica de Casteição.
meda100marathon.com

Meia Maratona do Douro Vinhateiro, Peso da Régua
28 de maio
Já foi apelidada de «corrida mais bela do mundo» e não é de admirar, não só por ser a única que coloca à disposição vinho do porto ao longo do percurso, mas especialmente por se realizar no coração do Douro Vinhateiro, na região demarcada mais antiga do mundo. Além da prova principal da meia maratona (21 quilómetros), o programa inclui ainda uma mini-maratona de 6 quilómetros e uma meia maratona em cadeira de rodas.
runningwonders.com

 

Veja também:

Alentejo: Segredos da Boa Cortiça
Dom Joaquim de Évora mantém referência no Guia Vermelho
Alentejo e Douro nos 10 melhores destinos europeus de vinhos



CONTEÚDO PATROCINADO