Miradouro na ponte 25 de abril inaugura em 2017

Daqui a um ano, vai ser possível subir até 80 metros de altura num elevador panorâmico e ficar ao nível do tabuleiro da ponte, por sete euros.

As bodas de ouro da antiga Ponte Salazar foram assinaladas esta semana com fogo de artifício. Mas há ainda um ano pela frente para celebrar o 50.º aniversário da estrutura, que todos os dias faz a ponte entre as duas margens do Tejo. É exatamente ao longo dos próximos 365 dias que vai decorrer a construção de um centro interpretativo da 25 de Abril e do respetivo elevador panorâmico e miradouro.

O nome, Experiência Pilar 7, não foi escolhido ao acaso. É neste pilar, um dos que sustenta a ponte na Avenida da Índia, que será construída toda a estrutura de aço, vidro e rede, para dar a sensação de que se está a caminhar sobre a 25 de Abril. O ponto mais alto será a 80 metros, mesmo ao nível do tabuleiro da ponte, mas quem tem vertigens pode respirar um pouco de alívio. O projeto prevê uma zona paralela no miradouro, sem rede, a pensar em quem tem medo de alturas.

Segundo o Diário de Notícias, vai ser ainda possível visitar a sala dos trabalhadores da ponte dentro do pilar e assistir a projeções de 360 graus sobre a construção da mesma. A subida às alturas terá o custo de 7 euros e, claro, uma vista sobre Lisboa e o Tejo.



CONTEÚDO PATROCINADO